Adolescentes nuas em baile funk pode dar cadeia

Batidão com adolescentes nuas pode dar cadeia em Vitória, Espírito Santo.

FunkO MC Ricardão, digo, Ricardo, ofereceu R$ 600 para uma menina ficar nua no palco do baile funk no clube que estava ocorrendo o evento.
Uma mina não pensou duas vezes e tirou toda roupa e ficou completamente pelada, porém ela era menor de idade.
Algumas pessoas filmaram a menina pelada no palco, e o vídeo com a adolescente nua foi para Internet para todo mundo ver.
Pode dar cadeia para os envolvidos, tanto para o MC, quanto os responsáveis pelo Clube Náutico Brasil, onde ocorreu o baile, inclusive o Clube já foi interditado pela Justiça por permitir a entrada de menores em bailes funk.
Os dirigentes do Clube informam que não tem nada haver com o caso, mas têm sim, com certeza, pois é proibido a entrada de menores em biles funk.
No Rio de Janeiro, garotas nuas em bailes funks é coisa que quase todas as pessoas que freqüentam estes ambientes já viram, há coisa até pior: sexo em baile funk é bem comum, as garotas ficam sem calcinha por baixo das micro-saias para facilitar o coito, já “chegam preparadas” dizem elas.
Funk no Rio
É uma sacanagem geral, tem vários casos das meninas ficarem grávidas no baile funk e nem saberem quem é o pai, pois as garotas transam com vários caras em uma noite só e falam que “engravidaram do trenzinho”, é um vucu-vuco sem fim.
O pior é que não é só a gravidez, o sexo no baile funk na “dança das cadeiras” ou nos “trenzinhos” está disseminando as DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis).
Só que no Rio as autoridades fecham os olhos para o caso.
Fontes: IG – Adolscentes ficam nuas em bile funk e
Veja – Engravidei do trenzinho.

Leia também:

  1. Fotos de lindas mulheres nuas de cueca
  2. A ganhadora do BBB8 é a … que fará fotos nuas para a Playboy
  3. “O sistema carcerário pode entrar em colapso”
  4. Capa e Fotos nuas da Letícia Carlos da Playboy de Janeiro
  5. Dicas de presentes de Natal para adolescentes
  6. Garotas fazendo dança sexy enquanto dirigem
  7. A causa da extinção dos dinossauros pode ter sido os insetos
  8. Spice Girls nuas, peladas, sem roupa na nova turnê
  9. Criança não pode ficar sem a fantasia do Dia das Bruxas – Halloween
  10. A nova moda bizarra do Japão

Receba muito mais por e-mail:

This entry was posted in Mulheres, Notícias, Opinião. Bookmark the permalink.

25 Responses to Adolescentes nuas em baile funk pode dar cadeia

  1. markinho says:

    alguem tem o video ou as fotos ?

  2. marcelo says:

    tb gostaria de saber se alguem tem os videos ou fotos!!

  3. marina says:

    Eu fui uma de tantas crianças que foram abusadas sexualmente na infância por meu pai. Não fui a primeira nem a última. Antes de me abusar, ele já abusara de crianças e adolescentes, tanto na família de origem dele como na da minha mãe.
    Minhas lembranças de ter sido abusada por ele, vêm desde a época que eu ainda ia ao jardim de infância. Meu pai me assediava diariamente e esta tortura durou por toda minha infância e também adolescência, quando comecei a tentar me esquivar dele e a protestar contra suas investidas.
    Como é comum de abusadores deste tipo, desde pequenina meu pai fazia chantagens emocionais comigo, pedia que eu guardasse segredo, como prova de meu amor por ele, pois caso contrário ele afirmava que seria preso. Ele dizia que as pessoas não entenderiam este amor dele por mim. Segundo ele, este amor que ele dizia sentir por mim era o maior que ele já tivera. Ele dizia não sentir amor por minha mãe e sim por mim.
    Meus conceitos de certo ou errado, ficaram afetados por muitos anos, pois o conflito de querer acreditar que meu pai estava certo, como toda criança acredita e a sensação de que algo estava muito errado, por causa do segredo que ele me fazia guardar, fizeram com que eu tivesse uma percepção muito distorcida da realidade durante a minha infância.
    Jamais consegui ter proximidade com minha mãe ou ser amiga dela, nem eu sentia que ela era minha amiga, pois meu pai dizia que se ela sentiria muitos ciúmes e raiva de mim se um dia soubesse que ele amava mais a mim do que a ela. Assim, como defesa, eu passei a sentir raiva dela desde criança.
    Anos mais tarde, quando eu já era adulta, fiquei sabendo que ela tinha conhecimento de que meu pai abusara de pessoas na família dela também, antes de eu nascer. Sabendo disto não consegui mais ter respeito por ela depois de perceber que, apesar de ela saber que meu pai continuava a abusar sexualmente de crianças, ela ainda insistia tanto em querer ficar ao lado dele.
    Acho importante transmitir às pessoas o quanto o abuso sexual se estende para muito além do próprio abuso sexual. Isso afeta a vida das pessoas no sentido mais intenso e mais extenso que qualquer tipo de violência pode causar, ao mesmo tempo que deixa a pessoa viva para sofrer a dor do abandono, da traição e do desamor.
    Minha baixa auto estima, meu sentimento derrotista e minhas dificuldades de relacionamentos culminaram em uma forte depressão aos meus 26 anos, quando fui abandonada por um namorado, que apesar de ser médico, dizia não conseguir conviver com meus estados depressivos. Como muitas das vítimas de abuso sexual na infância, eu também não quis mais viver…
    Após longo período de hospitalização, psicoterapia e antidepressivos, tive retomada a vontade de viver. Mas o principal motivo, foi acreditar que eu era amada por aqueles que me socorreram: meus próprios pais.
    Pedidos de desculpas, foram encarecidamente apresentados, assim como cumprimentos de novenas e promessas de que meu pai jamais abusaria sexualmente de qualquer pessoa novamente, em troca do meu perdão. Ele se declarava “curado”! Jurava que eu podia acreditar nele a partir de então.
    Eu era a pessoa que mais queria acreditar nisso. Eu acreditei que a iminência da minha própria morte o fizera perceber o quanto ele havia me machucado e o perdoei tentando recomeçar uma vida nova. Eu não fazia idéia ainda, de que a história acontecida comigo voltaria a se repetir por muitos anos afora.
    Mais tarde, depois de perceber toda a farsa, ao me dar conta de que ele voltara a abusar sexualmente de crianças, passei anos me debatendo em brigas com meu pai e ele tentando convencer as pessoas de que eu era louca.
    Todas as tentativas de fazer com que as pessoas acreditassem em mim foram inúteis. As pessoas da minha família achavam que eu tinha uma obsessão em suspeitar dele por causa do que eu havia vivido na infância.
    Fiquei mais uma vez isolada, desta vez por trazer a verdade à tona e tentar proteger novas vítimas.
    Sem as interferências negativas de minha família, consegui me fortalecer, apesar de ter carregado ainda por muitos anos o sentimento de culpa de que se um dia eu fosse tornar pública uma denúncia contra meu pai, eu iria destruir minha família.
    Apesar disso, a idéia não me saia da cabeça, pois eu sabia que ele continuava a molestar crianças, mas eu me sentia ainda acuada e isolada para tomar uma atitude em relação a isso.
    Tudo mudou, quando tomei conhecimento da ASCA, uma organização de sobreviventes de abuso sexual na infância aqui na Austrália.
    Ao ouvir as histórias de outras sobreviventes, me dei conta de como minha história se repetia na vida de tantas outras pessoas que eu nem conhecia e também de como ficava mais claro olhar de fora a experiência destas pessoas e analisar meus próprios traumas.
    Além dos encontros, outras formas de ensinamentos compartilhados foram a intensa leitura de obras literárias de outros sobreviventes, de terapeutas do ramo e de pesquisas.
    Com tudo isso, passei a não me sentir mais isolada e sim fortalecida. Eu me conscientizei, a partir de então, que era meu direito reclamar minha dignidade e também era meu dever alertar as pessoas para proteger novas vítimas de meu pai.
    Depois de denunciar meu pai por escrito para as autoridades no Brasil e não ter recebido resposta em tempo devido, resolvi lançar o site R-Evolução Anti Pedofílicos, como meu último pedido de socorro.
    Decidi que ninguém mais me faria calar todas as angústias e repressões que eu tinha atravessadas na garganta por toda minha vida.
    Foi a partir daí que a coisa começou a tomar jeito. A promotoria apresentou a denúncia e com o tempo outras vítimas de meu pai começaram a confirmar os abusos.
    Quando o abusador já estiver em idade avançada, como no caso de meu pai, as pessoas se deixam influenciar pela aparência do velho frágil e desprotegido, sem se dar conta de que por trás daquela imagem ilusória existe uma pessoa perigosa.
    Outro problema que ainda existe é a crença de que crianças querem seduzir os adultos através do sexo. Não existe como a vítima ver no terapeuta o seu aliado, se este não acredita na inocência, tanto do ato, como da intenção desta.
    Quebrar o silêncio é o primeiro passo para isso.
    Entretanto, também é necessário que esta possa se valer de direitos e de mecanismos legais de proteção e de reconhecimento e de respeito pelos danos sofridos.
    A falta de legislação adequada que garanta a proteção das vítimas e testemunhas, bem como o afastamento definitivo do abusador de suas vidas, faz com que a grande maioria jamais reclame ou tome a iniciativa de denunciar os abusadores.

  4. fodase says:

    foda se marina muie tem q da mesmu

  5. ROMULO says:

    TEM QUE ACABAR COM PESSOAS DESSE TIPO MESMO..
    SOU FAVOU DA PENA DE MORTE NESSES CASOS…

  6. Anônimo says:

    Morte os Pedofolossss

  7. Anônimo says:

    nada bom!!!!!!!!!!!!!!!!

  8. Anônimo says:

    seiiiiiiiii que isso e muito ruim

  9. Rodrigo Dos Santos Oliveira says:

    eu acho qeu cada um teve cuidar da sua vida!!!
    s o brasil tivesse mais instituição o nosso pais não seria assim???

  10. kira says:

    quer q eu mate seu pai q abusou de vc ???
    num vai demorar mto soh me passe nome e sobrenome del e e ai acabou

  11. bruno marques says:

    posta a foto ou vídeo aew e vc vai ser preso assim como quem baixar ..
    isso eh pedofilia amigo!! Se liga eiin !!

  12. Anônimo says:

    so é pedofilia se se a menina naum quiser entaum se quiser ja era

  13. dill says:

    esses monstros q se acham seres humanos devem ser mortos

  14. Maya says:

    Sinceramente, vocês não têm mais o que fazer além de pedir foto/vídeo disso?
    “so é pedofilia se se a menina naum quiser entaum se quiser ja era”
    Errado. Pedofilia ocorre entre uma pessoa maior de idade e uma menor de idade, e, de acordo com as leis brasileiras, uma pessoa menor de idade não pode decidir o que quer por conta própria.
    Antes de falar, vocês deviam se informar um pouco mais.

  15. Aragorn says:

    O certo é que existem muitos deste pedófilos que se ocultam nas “máscaras sociais”. Diversas crianças sofrem nas mãos destes pervertidos.
    Outro tópico importante que vale ser frisado é o do próprio baile funk. Nestes eventos as meninas, quase sempre oriundas de lares desestruturados psicologicamente, vestem micro roupas e se entregam aos rapazes frequentadores dos mesmos. Vidas são destruidas, tanto das meninas, quanto das crianças e de todos que contraem, devido a isso, DST’s diversas. Uma medida precisa ser tomada.
    É incrível o que as letras de canções de funk fazem para incitar a pedofilia. Chega a ser “admirável” o nível do intento. Quem quiser pesquisar pode começar por digitar nos Orkut’s e no próprio Youtube os pedidos de listas pelos nomes de “novinhas”, “novinhas safadinhas”, e o que se vai encontrar? Meninas, simplesmente meninas que brincam ainda de bonecas e estão no meio do ensino fundamental, a vestirem roupas copiadas dos micro-shorts das dançarinas de funk, axé e ritmos mais “calientes” que assistem pela televisão.
    Quando Vladimir Nabukov em 1952 publicou o famoso livro Lolita, uma grande polêmica nasceu, a ponto do autor ter de se justificar oerante as autoridades do intúito da obra. Se ele pudesse ver a realidade brasileira, sobretudo carioca deste início de milênio, talvez ele desse uma larga gargalhada.
    Vale citar que em muitos vídeos destas meninas, fotos de biquini ou roupas curtas são utilizadas em poses sensuais tal qual fossem elas capas das revistas Playboy, Sexy ou Buttman. Chega a ser mórbida a situação. Complementando, recentemente li um artigo em um site que falava de uma dupla de gêmeas de alcunha Linny e Mary que haviam ficado famosas no Orkut e no Youtube devido as suas fotos em poses sensuais. O mesmo site as mostrava em algumas das imagens. Que era aquilo! Meninas de 15 anos quase como em encartez de termas. Ai pensei em quantos deturpados viram tais fotos e não as utilizaram em torpes atos que nem valem citar aqui poupando os leitores?
    Mas de quem é a culpa? Começo pelos pais que deviam ter mais vigilância para com seus filhos. Mas se os pais não foram educados, o que passarão aos herdeiros?
    A culpa vêm de nossa raíz histórica como país. Na nossa colonização, Portugal não teve a preocupação de organizar uma nova moradia para os seus nestas terras recém-descobertas. Queriam apenas fazer um trabalho sujo e só. Trouxeram apenas os que não geraram bons frutos para cá: classe média baixa para cargos administrativos e de manutenção e movimentação. Aristocratas para legislarem, cortesãs e degredados (não que todos fossem criminosos no sentido atual da palavra). Quando europeus e indígenas se encontraram o choque foi grande. Somado a isso podemos contar os negros trazidos como escravos para cá. Em meio a toda esta mistura tivemos o que somos hoje: uma terra desorganizada.
    Aqueles que tiverem o mínimo senso de estudo poderão ver que o que ocorre hoje nos bailes funks nada mais é que uma repetição dos antigos rituais afros deixados à solta. Cultos como os da sexualidade de Oxúm, geralmente representada por uma adolescente libidinosa, explicam e afirmam o que digo. Não que defenda a cultura de uma de nossas matrizes apenas. Não, pois os europeus tiveram em seus cultos religiosos as mesmas falhas no que tange à lascívia. Desde as prostitutas-deusas da antiguidade, até os requebres febris das pré-adolescentes de hoje, tudo é repetição. Esperemos que finde, mas só o tempo trará esta cura, que ele é o senhor da razão.
    Não quero ser aqui taxado de puritano, pois não sou. O que quero é apenas frisar da perda que temos quando uma jovem despreparada se torna mãe solteira ou quando crianças contraem DST’s incuráveis por uma falta de orientação maior. Isso sim é preocupante. Aquele que me rebater, terá que pesar isso primeiro. Terá que se por no lugar da menina que se perde, da criança que nasce desamparada de tudo e da família que confusa fica.
    Em sua obra-prima, 1984, George O. afirma que “A Guerra nunca foi feita para ser vencida e sim mantida. Que uma guerra mantida é quem gera os bolsões de pobreza e a escravidão.”
    Bem, eu poderia me estender mais, porém, creio que os que leiem devem estar de saco cheio deste texto. Assim só posso deixar os meus mais sinceros votos de que tanto neste ano, quanto nos vindouros, os nossos governos possam melhorar esta situação crítica de nossas crianças que, afinal, serão nossos futuros cidadãos, pois quem governa tem as chaves da mudança.
    Assim, apesar de não ser católico, termino este discurso com as palavras da oração de um dois dos mais sábios homens que já viveram.
    “Senhor, dai-me forças para resolver aquilo que posso; resignação para aceitar as coisas que não posso mudar e discernimento para saber quando é uma e quando é a outra.” ( São Francisco de Assis )
    “Quando um homem atinge a plenitude do Amor, ele neutraliza o ódio de milhões.” ( Mahatma Gandhi ).
    Pax Vobiscum! E que o bom Deus, independente da sua crença, possa te abençoar neste 2009 e nos anos vindouros.
    Hare Krishna. Hare Krishna,
    Krishna Krishna, Hare Hare.
    Hare Rhama, Hare Rhama,
    Rhama Rhama, Hare Hare.

  16. mayara says:

    ta mas q certa tem q ficar nua msm gosTOSAASSS

  17. ismar junior says:

    muito otimos elas!

  18. Aragorn says:

    Quem curte criança
    Em ardor de sua nudez
    Deve sentir, por sua vez,
    A dor de mor pujança:
    Um ferro fino em brasa
    A carne sua penetrando
    E a proteina grelhando,
    Gritando: “Quero casa!”
    Morte à pedofilia!
    Criança nua, erro eterno.
    Vou queimar no meu Inferno
    E chacinar-te todo dia.

  19. paulo roberto says:

    Referente ao comentario dos bailes funks, eu frequento bailes a mais de 10 anos isso de garotas peladas ou seminuas, são poucos bailes q acontecem.
    É a mesma coisa de falar que todos os policiais e politicos são corruptos.
    Você esta generalizando muito. Essas coisas que acontecem nos bailes, geralmente são bailes dominados pelo trafico.
    Agora você para e pensa: Que policial vai entrar em plena favela a noite pra acabar com o baile funk? A policia no estado do Rio, não esta preparada para combater a criminalidade de forma eficaz. Eles vão para um confronto na favela de de pistola 380, fuzil AR-15 e um colete que muito mal aguenta tiros de pistola (algumas).
    Você tem quer ver primeiro a posição do poder publico, pra depois ficar julgando.
    Agora enquanto isso nas favelas, os traficantes contam com armas de guerra, com o poder de fogo quase ilimitado pra combater não só o poder público, mas também os seus inimigos de quadrilhas rivais. Como por exemplo as armas que a policia tem e um vasto arsenal que se eu fosse falar aqui não teria espaço.
    Agora você sabe pelo menos que existem dois tipos de bailes funks, os do “asfalto” e os das favelas.

  20. jonatas says:

    está postagem esta totalmente errada aonde as mulheres ficam pelada e em puteiros termas e outros
    essa postagem e de pessoas que nunca frequentaram um baile funk, mas sim um puteiro.
    sou carioca frequento baile a mais de 8 anos e nunca vi ninguém pelado la dentro,muito menos transando. reavalie seus conceitos e busque frequentar realmente um baile ao envés de um puteiro pra dopois escrever algo sobre o nosso movimento cultural.

  21. Kinkani says:

    Eu gostaria q muitos pai prestem muita atençaõ nas suas filha pois todo isso acontecen no desleso dos pais…

  22. rogério says:

    imagine se uma mulher de 17 anos pode decidir um rumo de um país,e não pode ter vontade de tranzar!!! crinçinhas é covardia. só a morte desse monstro basta,

  23. EDI says:

    foda se marina tem transar mesmo.
    o seu pai naum foi burro tem mete mesmo.
    e vai me dizer que vc recla algo hoje ele te mostrou algo que vc deve adorar fazer.

  24. rute says:

    eu adoro ir no baile fank em sp na vila paraguaçu pois lá praticam sexo na dança vai eu meu namorado e minhas amigas e nos deixa entrar inclusive la tem quarto para quer querer ficar com as prostitutas ou então quererem transar sem ser no baile fank antes de eu namorar com febem eu era dancarina de fank sem miha saber e ja fui garota de programa duas vezes por isso nunca deixei de ir ao baile fank por isso

  25. KAREN says:

    PÕE ESSES REMANESCENTES DA ESCRAVIDÃO ….. NA CADEIA OU JOGA GASOLINA E METE FOGO !!!

    ESSA RAÇA SÓ FODE COM O BRASIL … TUDO TRAZIDO POR PORTUGUESES E ESPANHÓIS OUTRA RAÇA QUE NÃO SUPORTO E QUE SÓ DEIXOU SUJEIRA NO BRASIL

    E PAREM COM HIPOCRESIA PQ ESSA RAÇA SÓ FAZ MERDA NO BRASIL !!!!

    NÃO É RACISMO É CONSCIENTIZAÇÃO ….TODOS TEM TRABALHO E ESSA RAÇA NÃO QUER TRABALHAR… QUER ROUBAR.. MATAR E TRAFICAR DROGAS … E SERES HUMANOS

    MORTE PARA ESSA CAMBADA !!!

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>